Raul Castro a sucessão óbvia

Fidel Castro de rebelde a líder

EUA rendidos a Fidel

Aproximação à URSS

Corte de relações com os EUA

Supressão da oposição

Exportação da Revolução para a América

A criação do PC Cubano

Reaproximação a Moscovo

Diplomacia cubana

O regresso a Cuba

O definhar da economia cubana

A importância dos "balseros"

Renovada a presença internacional

Fidel e Portugal


Liberdade amordaçada

Rádio Reloj em directo

.arquivos

. Agosto 2006

.links

Terça-feira, 1 de Agosto de 2006

Aproximação à URSS

Fidel soube usar os meios de comunicação social e com grande capacidade de comunicação, criou uma grande expectativa sobre os seus propósitos. Prometeu eleições a curto prazo, a diversificação económica com a ajuda dos EUA e com reformas democráticas.

Faziam parte do seu programa medidas sociais de grande alcance, como por exemplo, a extensão dos serviços de educação às zonas rurais, a erradicação do analfabetismo e uma melhoria significativa dos níveis de saúde e bem-estar da população.

Um objectivo, menos explicito mas não menos importante; era dar a Cuba grande protagonismo internacional. Durante 1959 partiram de Havana várias expedições que desembarcaram na República Dominicana, Haiti, Nicarágua e Panamá, para derrubar os regimes locais, mas fracassaram todas as tentativas.

Em 15 de Abril Fidel partiu para os EUA onde defendeu um entendimento económico com a outrora potência colonial. Aproveitou ainda esta deslocação para fazer uma visita não oficial ao Canadá.

Apesar deste relacionamento positivo com os norte-americanos, não tardaram a surgir os primeiros problemas quando Fidel decidiu avançar com suas primeiras medidas revolucionárias. Em Maio de 1959 deu inicio a uma reforma agrária de tipo inequivocamente radical e socialista, com a expropriação de terras de empresas dos EUA dedicadas à exploração da cana de açúcar.

Em Junho abandonou a promessa de eleições - «primeiro a Revolução, depois as eleições». Decidiu ainda suspender a Constituição, eliminou o Congresso e o Conselho de Ministros acumulou os poderes executivo e legislativo.

Em 4 de Fevereiro de 1960 chegou a Cuba o vice-primeiro ministro da URSS. Foi assinado um acordo comercial, reataram-se as relações diplomáticas e em Setembro desembarcou em Cuba a primeira ajuda militar soviética. Fidel e Nikita Krushchev tiveram entretanto um encontro, em Nova Iorque, quando da XV Assembleia Geral da ONU.

publicado por Equipa SAPO às 17:09
link do post | comentar | favorito
|
Últimas notícias sobre Cuba
Últimas referências em blogs sobre Cuba
pesquisa por "cuba" no Tags Sapo

.tags

. açucar

. áfrica

. américa

. angola

. balseros

. cardona

. carter

. carvalhas

. castro

. che

. cienfuegos

. comandante

. congresso

. cuba

. diplomacia

. economia

. etiopia

. eua

. fidel

. gaitán

. granma

. guerrilheiro

. havana

. hubert

. iberoamericana

. líder

. marquez

. matos

. moscovo

. oea

. onu

. opep

. oposição

. oswaldo paya

. pcc

. portugal

. ppc

. prec

. projecto varela

. raul

. reagen

. rebelde

. roque

. rosa coutinho

. santiago

. saramago

. sucessão

. urss

. vasco gonçalves

. todas as tags

.Uma página do

.participar

. participe neste blog

.subscrever feeds