Raul Castro a sucessão óbvia

Fidel Castro de rebelde a líder

EUA rendidos a Fidel

Aproximação à URSS

Corte de relações com os EUA

Supressão da oposição

Exportação da Revolução para a América

A criação do PC Cubano

Reaproximação a Moscovo

Diplomacia cubana

O regresso a Cuba

O definhar da economia cubana

A importância dos "balseros"

Renovada a presença internacional

Fidel e Portugal


Liberdade amordaçada

Rádio Reloj em directo

.arquivos

. Agosto 2006

.links

Terça-feira, 1 de Agosto de 2006

A criação do PC Cubano

Passados os primeiros anos da revolução, Fidel Castro sentiu-se na necessidade de consolidar o regime com base no partido.

O grupo original de comandantes foi disperso. Hubert Matos foi detido pelo próprio Fidel por discordância política e esteve preso durante 20 anos. Camilo Cienfuegos desapareceu num acidente de aviação poucos dias depois da prisão de Matos em circunstâncias nunca esclarecidas e Che partiu em 1965 para organizar acções revolucionárias.

Em Julho de 1961 foram formadas as «Organizaciones Revolucionarias Integradas» (ORI) e Fidel foi eleito secretário geral do partido. Em Março de 1962 as ORI passaram a denominar-se «Partido Unido de la Revolución Socialista Cubana (PURSC)». Em Outubro de 1965, passou a «Partido Comunista de Cuba» (PCC).

Ao mesmo tempo, foram constituídos os «Comités de Defensa de la Revolución» (CDR), a «Confederación de Trabajadores de Cuba» (CTC), a «Federación de Mujeres Cubanas» (FMC), a «Federación Estudiantil Universitaria» (FEU), a «Federación de Estudiantes de Enseñanza Media» (FEEM), a «Asociación Nacional de Agricultores Pequeños» (ANAP) e a «Unión de Pioneros de Cuba» (UPC).

Os CDR tinham um âmbito local e a função era vigiar os residentes e identificar os contra revolucionários. Deste modo, os próprios cidadãos tinham um papel activo no processo revolucionário. Outra função era promover trabalho comunitário, como campanhas de alfabetização.

Em 15 de Fevereiro de 1976 foi aprovada em referendo, com 97,7% de votos favoráveis, a primeira Constituição socialista e consagrado o PCC como o partido da « vanguardia organizada de la nación cubana y la fuerza dirigente superior de la sociedad y el Estado».

Realizaram-se depois as eleições para os representantes de todas as assembleias de poder popular, quer ao nível municipal, provincial ou nacional. Até à reforma de 1992 só os representantes das assembleias locais eram eleitos directamente pela população.

Também em 1976, A Assembleia Nacional elegeu Fidel para presidir ao Conselho de Estado e ao Conselho de Ministros
publicado por Equipa SAPO às 17:03
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Tiago a 2 de Agosto de 2006 às 16:34
Abaixo o Comunismo!!!!
De redskin a 11 de Agosto de 2006 às 22:22
vai apanhar no rabinho

Comentar post

Últimas notícias sobre Cuba
Últimas referências em blogs sobre Cuba
pesquisa por "cuba" no Tags Sapo

.tags

. açucar

. áfrica

. américa

. angola

. balseros

. cardona

. carter

. carvalhas

. castro

. che

. cienfuegos

. comandante

. congresso

. cuba

. diplomacia

. economia

. etiopia

. eua

. fidel

. gaitán

. granma

. guerrilheiro

. havana

. hubert

. iberoamericana

. líder

. marquez

. matos

. moscovo

. oea

. onu

. opep

. oposição

. oswaldo paya

. pcc

. portugal

. ppc

. prec

. projecto varela

. raul

. reagen

. rebelde

. roque

. rosa coutinho

. santiago

. saramago

. sucessão

. urss

. vasco gonçalves

. todas as tags

.Uma página do

.participar

. participe neste blog

.subscrever feeds